Confronto da Semana: Marvel x DC (Heróis)

Confrontos estão de volta!

E com um que eu pretendia fazer há meses, mas que pretendia fazer com a ajuda de amigos que entendem mais que eu de Quadrinhos. Mas aí parei pra pensar e vi que o melhor mesmo é ser escrito por alguém como eu, leigo. Com isso, aumenta a chance de eu falar alguma merda e os fanboys de um dos lados (ou dos dois) virem aqui armar polêmica. E polêmica = audiência. Que o diga o confronto da Madonna com o Michael Jackson…

As duas principais editoras se enfrentam numa batalha que já aconteceu várias vezes nas revistas, mas que pela primeira vez tem como arena o Vida Ordinária. Em breve uma segunda parte, só com os vilões.

Mas hoje são eles. Os defensores dos fracos e oprimidos. Os poderosos e vigilantes. Vítimas de acidentes bizarros, alienígenas ou até mesmo deuses. Aqueles que vêm nos salvar quando o crime e o mal assolam: os super-heróis!

Hoje, excepcionalmente, só 10 rounds, em vez dos tradicionais 12. Quero testar esse formato mais curto.

Os 10 rounds serão:

1º Round (Tamanho não é documento): Homem-Formiga x Eléktron

2º Round (Viva a Metalurgia): Homem de Ferro x Aço

3º Round (Verde é a cor desse verão): Hulk x Ajax

4º Round (Asa no elmo): Thor x Gavião Negro

5º Round (Filhos de Iemanjá): Namor x Aquaman

6º Round (Colant vermelho é o ó): Demolidor x Flash

7º Round (Se faltar luz é só chamar): Tocha Humana x Lanterna Verde

8º Round (Tem aranha em algum lugar): Homem-Aranha x Mulher-Maravilha

9º Round (Escoteirão americano): Capitão América x Super-Homem

10º Round (Máscara orelhuda): Wolverine x Batman

E vamos pra porrada!

1º Round (Tamanho não é documento): Homem-Formiga x Eléktron

Pra maioria dos personagens desse confronto eu tive que dar uma pesquisada pra conhecer melhor. Mas no caso desses dois, foi só pra conhecer mesmo, já que nunca vi NADA com eles.

O Homem-Formiga é basicamente um maluco que inventa partículas que o deixam com a capacidade de alteração de tamanho. Pelo que eu entendi, ele gostava mesmo era de se encolher porque mantinha a força normal e ainda tinha um capacete pra conversar e controlar insetos. Ou seja, um samba do crioulo doido.

Tipo, mesmo com a força igual à do tamanho normal, ele ainda fica sendo um duendezinho. O que ele vai fazer, me socar? Vai ser tipo um alfinente me furando. Incomoda? Claro, mas é só pegar uma revista enrolada e dar uma porrada. E conversar com insetos? Uh… que meda. Enquanto o Aquaman convoca tubarões, orcas, enguias e o escambau, o Homem-Formiga vai chamar como reforço uma trupe de joaninhas.

A origem do Eléktron mais conhecido (porque houve mais de um) é tão científica quanto: ele usou a massa de uma estrela anã para fazer uma lente que o permitia encolher para um tamanho sub-atômico e manipular seu peso e massa de acordo com sua necessidade. Agora eu pergunto: pra que???

Tipo, deve ser muita falta de mulher, né? Aí o cara podia estar lá, aproveitando o sábado dele pra dar uns pegas nas mulézinhas e o cara faz o que? Pesquisas com a massa de uma estrela anã. Ah, vai tomar banho!

Perto dele até o amigo das joaninhas é mais útil.

Marvel 1 x 0 DC

2º Round (Viva a Metalurgia): Homem de Ferro x Aço

Tony Stark é cool. Ou melhor, eu não sei se ele é cool ou se tenho essa imagem pelo fato dele se materializar pra mim como se fosse Robert Downey Jr.. Inspirado em Howard Hughes, Tony Stark é um milionário gênio da engenharia e da eletrônica que após sobreviver a um acidente no Vietnã (no filme é no Oriente Médio)  resolve virar o Homem de Ferro, um super-herói em uma armadura de metal ultra-moderna, combatendo geralmente inimigos dos EUA (o personagem surgiu durante a Guerra Fria, então é algo natural de se acontecer).

O Aço, ou melhor, John Henry Irons (aliás, precisava desse sobrenome, turma da DC? Irons… vira o Steel… putz) é um brilhante engenheiro de armas que, já fora da profissão, é salvo pelo Super-Homem. Quando o Apocalypse chega a Metropolis, ele veste uma armadura e se torna o Aço e tenta ajudar Kal-El, mas acaba soterrado e, após a morte do Super, resolve tentar tomar seu lugar como protetor de Metropolis. Mesmo com a volta do cara ele continua na ativa, agora em Washington DC.

E por mais que seja bacana a história do negão que teve altos e baixos na vida e tentou assumir o lugar de ninguém menos que o Super-Homem, não dá pra comparar com o carisma do Tony Stark (ou seria do Robert Downey Jr.?).

Marvel 2 x 0 DC

3º Round (Verde é a cor desse verão): Hulk x Ajax

O Hulk finge que não, mas é a versão Marvel de Dr. Jekyll e Mr. Hyde (O Médico e o Monstro). Tudo começou quando Bruce Banner (qual será o cpm dele? Sacaram? CPM, banner… ahn, ahn?) sem querer leva uma carga de radiação gama durante um teste. A partir daí, sempre que ele se descontrola, vira um gigantão verde. Ok, é um personagem foda, mas não consigo enxergar nele um verdadeiro herói. Eu sei que ele não é apenas uma grande massa de músculos que grita “HULK ESMAGA!”, mas ainda assim. Ele não tem o carisma nem o senso de justiça de outros heróis.

E aí chegamos ao Ajax,o Caçador Marciano. Nem de longe é meu marciano favorito (prefiro o Marvin the Martian ou os marcianos de Marte Ataca!). Mas o cara impõe uma certa moral, um respeito. J’onn J’onzz foi teletransportado para a Terra por um cientista que em seguida morreu de infarto, e tem os poderes de intangibilidade, invisibilidade, telepatia e transmorfismo. Com o passar do tempo, desenvolveu o poder de voar, “visão marciana” (uma combinação de visão de calor e de raio-x), super-força, super-velocidade e super-estamina. Ou seja, o cara é sinistro. Até liderou a Liga da Justiça em dado momento.

Ou seja, Hulk esmaga muita gente. Mas não o Caçador Marciano.

Marvel 2 x 1 DC

4º Round (Asa no elmo): Thor x Gavião Negro

Thor é um deus. É basicamente o deus nórdico do trovão em roupagem super-heróica. Depois de uma tranquinagem (adoro essa palavra), seu pai (Odin, para quem não sabe) o coloca de castigo apagando sua memória e o jogando em Midgard (a Terra). Ele vira um médico manco que aprende as lições de humildade que Odin queria para Thor. Quando a Terra é invadida por alienígenas de Saturno (calma, ainda é Thor, não National Kid), ele foge e encontra o martelo. Daí ele vira o Thor, se lembra de quem é e passa a ser mais um defensor da Terra, poderoso pra cacete (duh, o cara é um deus, né?). Ele possui força e velocidade sobre-humanas, o dom da imortalidade (fala sério, isso é covardia um herói ter!) e é capaz de controlar o tempo, gerando tempestades elétricas, além de ter aquele martelão.

O Gavião Negro não é pouca merda também não. O cara era um príncipe egípcio (vamos lá, todo mundo dançando igual às The Bangles! Walk like an egyptiaaaan…) que, junto da sua amante, entrou em contato com um metal do planeta Thanagar, que imprimiu neles memórias Thanagarianas e, combinado com o amor deles, fortaleceu suas almas e o laço entre elas. Eles foram assassinados em seguida por um sacerdote corrupto e em suas subseqüentes reencarnações, sempre renasciam destinados a se encontrar e se apaixonar (essas últimas frases foram copiadas da Wikipédia, admito).

Em uma dessas reencarnações veio como Carter Hall e, com a ajuda do metal antigravitacional enésimo (seja lá o que for essa porra) virou o Gavião Negro, um dos principais membros da Liga da Justiça. E ele é foda, voa, carrega uma maça irada e tem uma história legal de amor por trás. E ainda tem uma insígnia que é tipo uma versão ave do logo dos Thundercats.

Mas Thor é um deus. E se por um lado o Gavião reencarna sempre, Thor nem precisa disso, já que é imortal. E como diz Sandy & Júnior, o que é imortal não morre no final.

Pelos poderes de Grayskull!!!

Marvel 3 x 1 DC

5º Round (Filhos de Iemanjá): Namor x Aquaman

Namor, meu grande Namor… não chegue na hora marcada…

Namor, o Príncipe Submarino veio de Atlântida (a da mitologia, não a dos filmes do Grande Othelo). Sua mãe era a princesa de lá e seu pai um marinheiro da superfície que deu uns pegas nela. Daí ele tem agilidade na água, super-força e controla a vida marinha.

Ou seja, igualzinho ao Aquaman, que tem praticamente os mesmos poderes. E que também veio de Atlântida, filho dum feiticeiro com uma rainha. Só que por ser loiro (o que era mau agouro), foi abandonado e acabou sendo criado por golfinhos (WTF!!!) e posteriormente por um faroleiro (ô Miiiiiila, mil e uma noites de amor com você, na praia, no barco num farol apagado…).

Então, como se decidir entre os dois? Simples, depois de perder uma das mãos por causa de piranhas (imagina ele chapado comentando com os amigos “Putz, aquela noite com aquelas piranhas foi uma loucura,brother…”), o Aquaman pôs uma espécie de arpão irado no lugar. Muito mais cool, né? Vitória dele.

Marvel 3 x 2 DC

6º Round (Colant vermelho é o ó): Demolidor x Flash

O Demolidor é conhecido como o Homem sem Medo. Isso porque o cara já passou por muita merda na vida. Ficou cego logo depois de ver o pai se corrompendo. E com isso passou a ter seus outros sentidos potencializados e resolveu sair às ruas de noite pra lutar contra o crime. Uma espécie de Batman para cota de deficientes.

Já o Flash é cool. Bem-humorado, gente boa, fanfarrão. E veloz. Muito veloz. Veloz pra caralho. Tudo isso porque Barry Allen tomou um banho de produtos químicos quando seu laboratório foi atingido por um raio (isso é que é cara azarado). Mas enfim, não só ele corre pra cacete, como usa a super-velocidade para vibrar (não é isso que vocês estão pensando, seus pervertidos) e com isso ele é um dos personagens mais podersosos da Liga da Justiça.

Se enfrentasse o Flash, o Demolidor nem veria de onde tava vindo a porrada. Na verdade, seja qual fosse o vilão ele ainda assim não veria de onde tava vindo a porrada, já que ele é cego. Mas vocês entenderam.

Marvel 3 x 3 DC

7º Round (Se faltar luz é só chamar): Tocha Humana x Lanterna Verde

O Tocha Humana, ou Johnny Storm, é o mais novo e mais fanfarrão dos membros do Quarteto Fantástico. Durante aquela tempestade de raios cósmicos que tornou toda a turma do quarteto hmm… bem… fantástica, ele adiquiriu o poder de envolver o corpo em chamas,  disparar chamas (chama pra lá, chama pra cá… me chama, me chama, me chamaaaaaaaa…. nem sempre se vê lágrimaaas no escuuuro) nos outros, voar e absorver energia do calor.

Já o Lanterna Verde não é um cara, e sim vários (aliás, boa parte dos heróis citados já passaram na mão de diferentes alter-egos). O lance é ter o tal do anel (my preciousssss), que dava grande controle sobre o mundo físico, limitado por duas coisas: a imaginação de seu portador (que coisa mais whatever, né?)  e a cor amarela, onde o anel não surtia efeito algum. Ah, e ele deve ser recarregado de acordo com o período de rotação do planeta natal de seu portador (na Terra, a cada 24 Horas). e a bateriase assemelhava em seu formato à antiga lanterna utilizada por exemplo pelos ferroviários para sinalizar alguma coisa ocorrida nos trilhos aos maquinistas de trens. Quase todo esse parágrafo tirei da Wikipédia, só conheço o lanterna pelo Super-Amigos. A missão dos lanternas é proteger a paz intergaláctica. Ou seja, um saco.

E eu tava bem inclinado a dar esse round ao esquentadinho do Quarteto. Mas tipo, o Lanterna é bem mais poderoso. O cara tem o poder da imaginação (se eu entendi direito), pô!

Marvel 3 x 4 DC

8º Round (Tem aranha em algum lugar): Homem-Aranha x Mulher-Maravilha

Ok, admito que foi uma piadinha meio vulgar a que eu fiz pra justificar esse round. Mas admitam, não foi das piores (pelo menos não foi das MINHAS piores).

Então, o Homem-Aranha. Talvez o herói mais humano do mundo das HQs. Um adolescente nerd e mal de grana que, ao ser picado por uma aranha radioativa, ganha poderes tais como super-força, super-salto e capacidade  de subir paredes, etc. Apesar de no filme ele ter teias naturais, na HQ o próprio Peter Parker, gênio das ciências (já viram que quase todos os heróis são gênios da ciência?), cria uma teia sintética. Aliás, ele deixaria de ser pobre rapidinho se vendesse a fórmula pra 3M. Com uma história e dramas fáceis de identificar conosco, além de um humor cativante, o Homem-Aranha é sem dúvida um dos personagens mais carismáticos da Marvel, se não for o mais. E ainda conta com uma bela seleção de vilões clássicos. Se pra você HQ é diversão, então Homem-Aranha, o amigo da vizinhança, é o seu cara.

Do outro lado do ringue temos a princesa Diana, mais conhecida como a Mulher Maravilha (não confundir com Elke Maravilha). Ela tem super-força, agilidade, resistência física e em versões mais recentes até capacidade de voar. O que é totalmente sem graça, já que a Mulher Maravilha que eu conheci tinha o ultra-cool e completamente sem sentido jato invisível!!! Além disso ela ainda tem dois braceletes dourados que [modo fã de Mulher Maravilha = ON] são um L-U-X-O [modo fã de Mulher Maravilha = OFF] que rebate projéteis e raios, e um laço mágico inquebrável que faz as pessoas dizerem a verdade. Bem típico de heroína mulher, né mesmo? Marido chega em casa cansado, diz que tava trabalhando até tarde, a desgraçada vai lá, laça o filho da mãe e consegue que ele confesse que tava tomando um chopp e jogando sinuca com o pessoal do escritório.

E pior, ela nem é gostosa! Super-heroína tem que ser gostosa.

Entre o carisma e a falta de bunda, vamos no carisma! Até porque sou mais a Gwen Stacy e a Mary Jane do que a Diana. Homem-Aranha leva!

Marvel 4 x 4 DC

9º Round (Escoteirão americano): Capitão América x Super-Homem

A única coisa que perdoa um pouco pela existência do Capitão América é que ele foi criado  durante a II Guerra Mundial. Aí tudo bem ter um herói patriota que chuta o traseiro de nazistas. Mesmo com um uniforme cretino de bandeira dos EUA e uma arma sendo um escudo-bumerangue.

O Capitão América surgiu quando Steve Rogers, um magrelo, se alista pra guerra e, recusado, aceita fazer parte de um experimento para a criação de supersoldados. Fica um superatleta musculoso, forte, veloz, ágil e como o cientista que criou o “soro do supersoldado” é morto por um agente de Hitler, ele acaba sendo o único. O único panaca cego que topa até se tornar uma semi-aberração pelo seu país.

Outro que segue o gênero escoteiro pronto pra ajudar sequer nasceu nos EUA. É o nosso bom e velho conhecido Kal-El, filho de Jor-El, que quando foi mandado para fugir de Kripton acabou caindo em Smallville, foi adotado por dois fazendeiros e se tornou Clark Kent, que mais tarde viria a ser o super-herói mais conhecidos e popular do mundo: o Super-Homem! O herói clássico. Capa, topete e cuecão por cima da calça.

E com direito a um pacotão de super-poderes: super-força, invulnerabilidade (menos quando está exposto a criptonita) super-velocidade, vôo, visão de raio X, sopro congelante, raio de calor com os olhos e super-audição. E eu com certeza esqueci de algum.

Enfim, ele é certinho, não consegue nunca se livrar de vez do Lex Luthor e levou décadas até finalmente dar uns pegas na Lois Lane. Mas ainda assim é um ícone, um mito. Melhor que o Capitão América.

Marvel 4 x 5 DC

10º Round (Máscara orelhuda): Wolverine x Batman

Wolverine é o badass clássico. Charutão, cabelo desgrenhado, meio mal-educado. E que na hora da porrada, detona todo mundo, como na sequência que é talvez o seu momento mais antológico, quando ele invade o Clube do Inferno para resgatar os X-Men (ele era o único que estava livre). Isso mutilando com suas garras de adamantium todo mundo que passava no caminho.

Mas além disso, ele é um cara legal, que acolhe como um pai (não-convencional, mas ainda assim) as mutantes (até então) desprotegidas. Na HQ ele passou por isso com a Kitty Pryde, no desenho com a Jubileu e no filme com a Vampira. E pra completar, ainda dá vários foras no panaca do Ciclope.

Ele é carismático pra caramba.

E nesse round enfrenta outro personagem gigantesco. Porque, se Wolverine é enorme, Batman é maior.

É simplesmente o principal personagem (ao lado do Super-Homem) da DC Comics. Um dos mais conhecidos e populares do mundo. O alter-ego de Bruce Wayne é o oposto do Logan. Ele não sai mutilando as pessoas por aí e não mata. Ele tem seu código de conduta.

Batman é um personagem forte porque podemos nos identificar com ele. Não com a fortuna do Bruce, mas com sua origem. Um trauma. Um desejo de vingança que se mistura com um desejo de justiça até se tornar uma catarse para a luta contra tudo que há de mal na nossa sociedade. A corrupção, o crime. Tudo isso é venenoso, contagia. E alguém precisa parar com isso. O fruto dessa indignação é o homem-morcego.

Ele não tem super-poderes. Mas tem a inteligência (é o maior detetive do mundo dos heróis), a força e os recursos para enfrentar o crime.

Soma-se a isso uma das melhores galerias de coadjuvantes e vilões. Pingüim, Charada, Mulher-Gato. E claro, o Coringa, talvez personagem ícone desse ano.

Wolverine é foda. Mas me desculpe: Batman é Batman.

Marvel 4 x 6 DC

Vitória da DC!

O curioso é que tem muito mais personagens que eu conheço e que eu gosto da Marvel do que da DC. Sorte deles que o confronto é curto e o pessoal da Liga da Justiça (que é foda) agüentou o rojão!

Semana que vem a gente volta com mais um confronto (talvez o dos vilões, não decidi ainda).

Enquanto isso vocês podem dar sugestões de novos confrontos e falar como teriam decidido o resultado desse aqui.

Até a próxima!

Anúncios

10 Responses to Confronto da Semana: Marvel x DC (Heróis)

  1. Juliana Peralta disse:

    Cara, você super deixou de fora a esposa do Lanterna, que é a super heroinia mais IRADA da CD: a Canario Negro!

  2. Henry disse:

    Vamos lá…

    Só umas pequenas correções:
    Vc confundiu o Eléktron (Atom, no original) com o Capitão Átomo (Captain Atom). Ambos tem poderes muito diferentes.

    Os Deuses Nórdicos não são imortais, nem na Mitologia nem na Marvel. Não é atoa que geral morre no Ragnarok.
    Eles mantinham a saúde e juventude através das maçãs da Deusa Idun.

    O Namor tem os poderes por ser mutante (foi o 1º mutante a ser publicado pela Marvel, por sinal) e não simplesmente por ser filho de uma atlante.

    O Flash atual é o Wally West (se bem que o Barry ta voltando tb e o Bart foi Flash por um tempo) e ele só é fanfarrão daquele jeito no desenho da Liga. Apesar de fazer piadinhas e tal, nas Hqs ele é bem mais sério.

    Hj em dia não existe mais limitação ao amarelo p/ os Lanternas (só os recrutas têm) e outro limite além da imaginação do Lanterna é sua força de vontade.

    A Mulher Maravilha continua tendo o jato invisível e se vc der uma olhada na versão do Dodson, vai ver que ela é bem gostosa sim. hehe

  3. Henry disse:

    Ah! E só p/continuar sendo chato…. ehehe

    Corrigindo a Juliana: A Canário forma casal como Arqueiro Verde e não com o Lanterna. 😛

  4. Rafael disse:

    Nada como um especialista com um “pacote de correções”… hahaha

    Você estourou o limite de trocadilhos nesse confronto aqui, hein?

  5. Henry, esse negócio do Capitão Átomo foi realmente bobeira, vou editar!

    Sobre o Thor ser imortal, culpa da Wikipédia.

    O Flash, assim como outros personagens que passaram por várias mãos, optei por falar do mais conhecido.

  6. E Rafa, tal limite inexiste.

  7. Vitor disse:

    Prefiro os Amigos da Justiça.

  8. Renato Lebeau disse:

    Excelente post!!!…. apesar q eu sempre torço para os personagens da Marvel!!… rsrsrs

  9. luciano augusto disse:

    O super heroi mais poderoso do universo e com certeza o superman pois e invulneravel e imortal pois não existe nenhum que supere seus poderes e desafio a quem achar um que seja mais forte isso nos quadrinhos pois todos no universo o temem e o respeitam ele é o ser SUPREMO dos quadrinhos SUPERMAN!

  10. Carol disse:

    sou mais a minha mãe.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: