Confronto da Semana: Marvel x DC (Vilões)

Depois do sucesso do confronto entre os heróis das duas maiores editoras de quadrinhos do mundo, chega a vez dos vilões se digladiarem: Marvel x DC.

Vilões que acabam sendo às vezes muito mais interessantes que os heróis, pelo caráter dúbio, pela sua origem, decadência, enfim, por todos os motivos que o levam a ser um inimigo da ordem, da humanidade ou do que quer que seja.

Dessa vez contei com um auxílio do meu grande camarada Henry Burns, já que eu não conhecia direito os vilões de DC (com exceção, claro, dos do Batman e do Super-Homem).

Um personagem emblemático que ficou de fora foi o Magneto. Já que o cara até ajuda a batizar uma seção desse blog, ele merece ser hors-concours (na verdade eu tentei porque tentei fazer algum emparelhamento onde ele entrasse, mas o único vilão da DC similar a ele era o Dr. Polaris – valeu, Henry! -, que é muito secundário e levaria uma coça do Erik Magnus Lehnsherr, seria covardia).

Mais uma vez, com 10 rounds, para ficar mais dinâmico (embora o ideal fosse eu chamar de menos longo, já que continua grande).

Os 10 rounds serão:

1º Round (Xarás): Apocalipse x Apocalipse

2º Round (Esse povinho de muitas caras…): Mystique x Duas-Caras

3º Round (Quem copiou quem?): Gata Negra x Mulher-Gato

4º Round (Verde que te quero verde): Duende Verde x Brainiac

5º Round (Trajes “mudernus”): Dr. Destino x Arraia Negra

6º Round (Bombadão feioso): Dentes-de-Sabre x Solomon Grundy

7º Round (Gigantes motherfuckers): Galactus x Darkseid

8º Round (Doutores de oclinhos): Dr. Octopus x Dr. Silvana

9º Round (É dos carecas que elas gostam mais): Caveira Vermelha x Lex Luthor

10º Round (São do baralho!): Rei do Crime x Coringa

No confronto de heróis deu DC. E agora? A Marvel dá o troco ou apanha outra vez?

It’s clubbering time!

1º Round (Xarás): Apocalipse x Apocalipse

Quem acha que o Apocalipse vem aí, tá redondamente enganado. Na verdade ele já está por essas bandas há milênios. Pelo menos o da Marvel. Nascido no Egito, En Sabah Nur tenta há tempos subjugar a humanidade perante os mutantes, mas que vem sendo impedido de tocar essa guerra (pelo menos nas últimas décadas) pelos X-Men. Entre os poderes que já apresentou, estão: alterar a estrutura atômica de seu corpo à vontade para mudar sua forma ou aumentar de tamanho e força, disparar rajadas de energia, ter telepatia ilimitada, telecinese, invulnerabilidade, absorção de energia, imortalidade, poderes megatomicos, força, agilidade, reflexo, velocidade incálculaveis, campos de força e habilidade de teleportar. Ufa! Mas com tantos poderes assim, como o fdp nunca destruiu os alunos do Prof. Xavier? Ou seja, super-poderoso, uma pedra eterna no sapato dos outros, mas um bundão que sempre tem os planos frustrados.

Já o Apocalipse da DC tem um feito de fazer inveja ao seu xará da Marvel: matou o Super-Homem. A origem desse cara é bizarra pra caramba. O maluco é resultado de uma série de experiências de cientistas de Krypton, bem antes da galera humanóide (de onde surgiu Kal-El) dominar aquelas bandas. E o cara é mau. Mata geral. E morre também. Mas como vaso ruim não quebra, tem o poder de ressucitar. E sempre mais poderoso, pois se torna forte o suficiente para resistir ao que o matou da última vez. É basicamente uma grande massa forte e ágil de triturar seres vivos, completamente irracional.

O irracional mata o Super-Homem. O com milênios de conhecimento apanha dos X-Men. Existe alguma dúvida de quem levaria essa?

Marvel 0 x 1 DC

2º Round (Esse povinho de muitas caras…): Mystique x Duas-Caras

Tava tudo azul () na vida de Raven Darkholme até que ela deu à luz ao um filho bizarro que nós conhecemos como Noturno. Na verdade, nada estava azul, porque Raven, mais conhecida como Mística, usava seu poder de transmutação para esconder sua verdadeira aparência (uma mulher toda azul). Quando pariu, seu filho veio todo pintadinho também, foi obrigada a jogar o bebê em um rio para salvar sua vida.

Se escondendo sob feições humanas para não ser discriminada, aos poucos foi criando um ódio contra os não-mutantes e passou a considerá-los seus grandes inimigos. Daí foi um passo para se tornar uma mercenária e participar de grupos de vilões mutantes. Bissexual, ela ainda foi, junto de sua parceira, a mãe adotiva da Vampira. Ela também foi mãe de um moleque humano e o abandonou um colégio interno.

Uma vilã que foi criada pelo seu meio, o que tem um quê de tragédia.

O que também acontece com o seu oponente. Fica fácil falar de Harvey Dent e seu Duas-Caras, já que foi um dos grandes personagens do cinema esse ano (veja o review de Cavaleiro das Trevas do VO aqui). Ele é o ex-promotor de Gotham City, o herói caído, trágico, que depois de ficar com metade da face desfigurada por ácido, se torna um criminoso insano que decide suas ações com uma moeda com um dos lados deformado. Ele é foda, funciona como uma metáfora excelente para vários dos dilemas que o Batman vive. Ainda mais depois desse filme, que trouxe toda uma dimensão extra a esse personagem, com a idéia de que “ou você morre herói ou vive o bastante para se tornar o vilão”. Mas…

Por mais que ele seja foda, a adversária é gostosa, pode se transformar em qualquer uma das nossas fantasias e ainda por cima é bissexual. Existe alguma dúvida que essa vitória ia pra Mística?

Marvel 1 x 1 DC

3º Round (Quem copiou quem?): Gata Negra x Mulher-Gato

Eu sou um negro gato de arrepiar, essa minha história é mesmo de amargar, só mesmo de um telhado eu outros desacato, eu sou o neeeeegro gato. E pegava fácil fácil qualquer uma dessas duas gatas (ahn, ahn ).

Depois que a Gwen Stacy foi pro beleléu (em um confronto do Homem-Aranha com o Duende Verde que foi reproduzido no primeiro filme, só que com a Mary Jane no lugar, e com um final bem mais positivo), novas personagens surgiram na vida do amigo da vizinhança como candidatas a peguetes do Peter Parker. A primeira a fazer relativo sucesso foi Felícia Hardy.

Patricinha, perdeu o pai e tempos depois descobriu que o malandro era um dos ladrões de jóias mais procurados do mundo, que na verdade não estava morto, e sim no chilindró. Sempre foi péla-saco do pai, ela seguiu os passos do gatuno (ahn, ahn ) fez treinamento físico que aumentou sua força, resistência e agilidade, e também aprendeu técnicas para arrombar fechaduras e cofres, além de se tornar mestra em artes marciais.

Daí resolveu se tornar a Gata Negra com um uniforme é todo preto e cabelos brancos compridos. E ela é realmente uma gata (ahn, ahn ). Como eu diria, morre fácil. E nessa de ser ladra acabou se tornando uma vilã do universo do Aranha, embora tenha dado uns pegas nele por um tempo (aliás, Peter Parker deve ser o nerd mais pegador do mundo… Felicia, Gwen, Mary Jane…). O romance acabou prejudicado quando ficou claro para os leitores que ela tava afim era do super-herói e não do PP.

No fim das contas virou uma espécie de parceira do Aranha, até ser deixada de lado pela sua falta de poderes. Aí acaba enganada pelo Rei do Crime e, vejam só!, ganha poderes: um toque que dá azar em quem tem contato com ela (sabe a velha história de cruzar com um gato negro dar azar? Pois é). Só que aí você pode pensar em cruzar no sentido bíblico (). E comer a Gata Negra já é não pode ser chamado de um sinal de azar. Então tem algo de errado aí.

Já a Mulher-Gato. Bem, ela é bem parecida, e como é mais conhecida, alguns de vocês podem ter até achado que eu havia trocado as descrições. Desde os primeiros tempos do Morcegão (ela aparece na revista Batman #1), a Mulher-Gato já era uma ladra inescrupulosa. E desde aqueles tempos o safado do Bruce Wayne se mostrava menos rígido e mais ameno com ela, recuperando os pertences roubados pela felina, e deixando que ela escapasse. É óbvio que, assim como houve com a personagem acima (que só surgiu mais de 20 anos depois e, portanto, é a cópia), o herói deu seus pegas nela.

Com o tempo ela ganhou o nome de Selina Kyle, dona de diversas lojas de animais que decidiu um dia se tornar uma ladra e, como gostava principalmente e de um modo todo particular de felinos, adotou o apelido. Sabe como é, pra ser criminoso profissional no mundo dos quadrinhos pouco importa a competência, o lance é ter um apelido cretino e uma roupa “cheguei”. Menos mal que essa roupa dela era bem colante (se bem que, de acordo com a titia Wikipédia, no começo, ela se vestia com um vestido de seda).

Mas não podemos esquecer do chicote! A Mulher-Gato não só é inteligente e sexy, como ainda surte S&M!
Tudo bem, ela nunca passou de uma simples ladra, que não era exatamente maldosa, mas passava longe de ser uma personagem do bem. Era simplesmente uma mulher aventureira e animada que curtia não cumprir a lei e infernizar a vida do Batman e toda a tensão sexual que isso envolvia.

Mas pouco importa. Ela foi a original. E entre as duas gostosas, era a mais ousada (ó o chicotinho!).

Marvel 1 x 2 DC

4º Round (Verde que te quero verde): Duende Verde x Brainiac

O Duende Verde todo mundo conhece, afinal, tava no primeiro filme do Aranha. Norman Osborn (nenhum parentesco com Ozzy Osbourne ), cientista (sempre cientistas…) e dono da Oscorp se torna insano por causa da indução de substâncias tóxicas e sempre que ta doidão se veste de Duende (o que é engraçado, geralmente quem ta doidão diz que viu duendes, não que virou um) e sai tentando destruir o Homem-Aranha. Sendo que ele é pai de ninguém menos que Harry, o melhor amigo do Peter Parker. Até que naquela batalha da ponte (a do filme, essa mesma), ele morre ferido pelo próprio planador. Depois tiveram até outros duendes, mas esse foi o mais relevante.

Agora, alguém me explica o porquê de atirar abóboras explosivas nas pessoas? A parte de serem explosivas OK, fazem sentido, ele é um vilão. Mas porquê lanternas de Halloween? Ele devia atirar gnomos explosivos, ou trevos explosivos, whatever.

Já o Brainiac, o carequinha verde hi-tech, como boa parte dos personagens de HQ, tem várias versões (Era de Prata, Pós-Crise, sei lá o que, o escambau). Eu tentei entender o que tinha em comum entre as várias versões. Na primeira versão, ele costumava encolher cidades em frascos com a intenção de usá-las para restaurar o planeta que governou. Depois foi revelado que Brainiac era uma máquina criada pelo Computador Tirano de Colu, para ser um espião, e aqueles trocinhos vermelhos na careca do maluco são terminais elétricos de seu sistema nervoso. Ele ainda teve um novo corpo, um esqueleto de metal vivo com uma caixa craniana cinza com padrões de colméia.

Na outra versão, a tal Pós-Crise, Brainiac era Vril Dox, um cientista rebelde alienígena que tentou desligar lá o computador do mal e foi condenado a morte. Até que sua consciência foi atraída para à Terra pelos poderes do artista circense humano que trabalhava sob o pseudônimo de Brainiac. Necessitando de líquido cranial para manter a possessão do seu hospedeiro humano, Dox descobriu os poderes psiquicos genuínos de Brainiac e os usou freqüentemente contra o Super- Homem. O sujeito ainda foi capturado por Lex Luthor, mas usou seus poderes para controlar a LexCorp, quando o vilão estava longe. Sob seu domínio mental, os cientistas restauraram seu aspecto coluano. Os diodos em sua cabeça agora aumentaram e estabilizaram seus poderes mentais, além de permitir-lhe acesso direto a memória do computador central da organização. Continuou a atacar o Superman, usando uma combinação de poderes mentais e do controle de computador.

Ou seja, o cara parece ser poderoso pra cacete. Mas muuuito complicado entender o malandro. Já o Duende é um cara menos poderoso, mas que vive sendo uma pedra no sapato do Homem-Aranha, e tem uma história muito mais simples. É o coroa que tomou umas substâncias malucas e surtou, caiu numa pilha errada. No tempo em que a gente tenta entender quem é o Brainiac, ele joga as abóboras bombadas na galera e mata geral.

Marvel 2 x 2 DC

5º Round (Trajes “mudernus”): Dr. Destino x Arraia Negra

Esqueça aquele bundão interpretado pelo maluco de Nip/Tuck que vocês viram no filme do Quarteto. O Doutor Destino não é aquilo. Victor Von Doom nasceu na Latvéria, filho de um conhecido curandeiro cigano e de uma mulher que diziam ser uma bruxa. Ambos morreram quando ele ainda era fedelho, o que fez o moleque jurar vingança contra os responsáveis. Aí ele descobriu os artefatos místicos da mãe e começou a estudar as artes ocultas e também a desenvolver seu talento nato para a ciência. Tanto que foi parar nos EUA. Onde fez faculdade com Reed Richards e Ben Grimm (Sr. Fantástico e o Coisa, respectivamente).

Querendo aparecer mais que os dois, Doom começou a conduzir experiências extra-dimensionais e numa dessas a parada explodiu, marcando sua face com uma longa cicatriz que sua vaidade encarava como uma desfiguração horrenda. Daí foi pro Tibet e construiu junto de monges tibetanos (espetacularmente avançados cientificamente, pelo visto) a sua famosa armadura. E foi nesse momento que se queimou seriamente quando pediu que a máscara fosse colocada em seu rosto quando ainda estava em brasa. Com esse visual bizarro e com a proteção da armadura, retornou à sua terra natal, derrubou o governo e se declarou Soberano da Latvéria, governando com mão de ferro (ahn, ahn ).

Então Dr. Destino era isso. Um déspota inteligente, com armadura fodástica e uma herança mística da sua mãe. E sempre enfrentando o Quarteto Fantástico e outros heróis da Marvel. Um dos vilões mais clássicos da editora.

O Arraia Negra, principal vilão do Aquaman, também tem como diferencial sua armadura, mesmo com diferentes versões. Em uma ele é um moleque que foi seqüestrado, estuprado e forçado a trabalhar num navio pirata que, ao não ser salvo pelo Aquaman (que não tinha visto ele pedir ajuda), resolve dominar o seu odiado mar e destruir o fdp. Em outra, um órfão autista internado em Arkham que anos depois passa por experimentos e foge, construindo seu traje e virando o Arraia Negra. O Arraia Negra tem como poderes a força, a capacidade de respirar de baixo d’água, gadgets e raios laser. Todos por causa da armadura. E nessa ele vai enfrentando o Aquaman pelo domínio dos mares. Eventualmente ele até se transformou num híbrido mesmo entre Arraia e gente, mas depois voltou ao normal.

Um vilão legal. Mas tipo, qual a relevância dele e do Aquaman? Nenhuma. E ele só se garantia na armadura, enquanto o Doom já era mais perigoso até sem a dele. Por isso, é obra do destino que o Dr. Destino vença essa.

Marvel 3 x 2 DC

6º Round (Bombadão feioso): Dentes-de-Sabre x Solomon Grundy

Um dos principais vilões do Wolverine, Victor Creed, o Dentes-de-Sabre tem muita agilidade, sentidos aguçados, super força e, assim como o carcaju, fator de cura. É um vilão mais porradeiro, então nem tem muito o que dizer dele, tirando o fato de que, todos os anos, no aniversário do Logan, ele marca de matar alguém. Badass. Além de ter uma cabeleira pra lá de estilosa.

Solomon Grundy, por sua vez, é um grandalhão com cara de zumbi. Ele era um milionário que foi atacado, roubado e assassinado, tendo seu corpo moribundo lançado no Pântano da Matança, perto de Gotham City. 50 anos se passaram. a sujeira e a vegetação se congelaram e cresceram ao redor do esqueleto dele, e por um tenebroso e retorcido milagre (tcharam!!!) deu vida a criatura conhecida como Solomon Grundy.

Ainda que quase sem mente, as emoções da sua violenta morte levaram o monstro a ter ataques de fúria, morte e destruição. Através dos anos, Solomon Grundy tem sido destruído e ressuscitado várias vezes. E cada renascimento se diferencia sutilmente do último.

Enfim, um zumbi fortão insistente. E por mais que eu curta zumbis, não dá pra comparar com o nemesis do Wolverine, ainda mais depois daquele lance sádico de uma morte pra cada aniversário do oponente. Dentes-de-Sabre leva.

Marvel 4 x 2

7º Round (Gigantes motherfuckers): Galactus x Darkseid

Galactus era uma entidade cósmica devoradora de planetas. Simples assim. Um Devorador de Mundos, que sai por aí procurando planetas pra jantar. E que só não destruiu a Terra graças ao Quarteto Fantástico, que contou com a ajuda do Surfista Prateado e daquele vigia baixinho e careca que eu sempre esqueço o nome.

Darkseid é um dos vilões mais clássicos do Super-Homem. Nascido numa terra de deuses malignos, o gigante de pele rochosa e poderes semidivinos mergulhou na escuridão quando sua mãe matou sua amada (que sogrinha, hein). O maluco tem uma rajada incinerante que sai dos olhos (o efeito ômega) e que pode desintegrar, alterar a matéria, curar, teleportar ou dispersar através do tempo, de acordo com a vontade de Darkseid. E o mais bizarro disso é que, diferente da rajada do Super, a dele pode fazer curvas! Ele ainda tem super-força, super-resistência e pode criar vida com seu próprio poder. Bizarro.

Galactus pode ser o único sobrevivente do Big Crunch. Mas Darkseid é muito mais badass.

Marvel 4 x 3 DC

8º Round (Doutores de oclinhos): Dr. Octopus x Dr. Silvana

Otto Octavius era um cientista cabeçudo que criou um conjunto de 4 tentáculos mecânicos controlados por direcionais presos ao abdome, para a manipulação de material radioativo. Até que um dia num acidente ele se fundiu (e se fudeu) a esse conjunto de tentáculos em seu corpo, dando-lhe a habilidade de controlá-los com o pensamento e ao mesmo tempo deturpando sua mente. Daí surgiu o Dr. Octopus, um bandidão megalomaníaco que é um dos principais vilões do Homem-Aranha (e que no cinema ganhou uma tridimensionalidade inexistente nos quadrinhos). Nas HQs, os tentáculos chegaram a ser separados de seu corpo, mas o vilão continuou com a capacidade de controlá-los mentalmente, mesmo a grande distância. E pelo que eu li, o cara chegou a ter até um affair com a Tia May. Que merda, hein? Achou seu tentáculo no lixo, meu amigo?

Já o Dr. Silvana? New Iguaçu, três e meia da madrugada. Ocorrência na octogésima quinta DP. Tudo aconteceu quando ela chegou atrasada, eram 3 e meia, alta madrugada, e sua mãe a esperava no portão. Logo, pintou bate-boca, a mãe já gritando, tava quase louca e exigia em altos berros alguma explicação.

Ah, não é esse Dr. Silvana? Não, não é a banda fanfarrona dos anos 80, e sim o vilão do Capitão Marvel que nos Trapalhões era interpretado por ninguém menos que o saudoso mestre Tião Macalé (“nojento!”).

Thaddeus Bodog Silvana era o homem mais inteligente do mundo. Quando ficou viúvo, decidiu que a Terra não era mais um lugar para ele viver, criou uma astronave e levou os filhos pra morarem com ele em Vênus (WTF!).

Recuperando um pouco da sanidade, ele deixou alguns robôs para cuidar das crianças (será que babás em Vênus eram tão caras que ele precisou fazer um robô pra sair mais em conta?) e voltou pra Terra, onde se casou (de novo!), teve 2 filhos (de novo!!), ficou viúvo (de novo!!! Tô me sentindo o Baby da Silva Sauro…), obviamente o levando a enviar seus dois novos rebentos pra Vênus também. Completamente insano, ele decidiu conquistar o mundo, e se tornou o arqui-inimigo do Capitão Marvel, a quem apelidou, de acordo com a Wikipédia, de “O Grande Queijo Vermelho”. Nunca li nada do Capitão Marvel, mas as coisas que li dele e dos seus vilões me fez ter muita vontade de conhecer. Deve ser o universo quadrinístico mais hilário. Tipo quando ele inventa um elemento que poderia pôr até mesmo a Família Marvel em animação suspensa. E assim que o fez recebeu um tapinha nas costas do seu filho (“Aí, velhão! Conseguiu!” – Sério! Com essas palavras!!!) e por ser um graveto de magro, acabou caindo na parada e ficando em animação suspensa também. Sério, isso é quase do nível do Gollum tropeçando com o Um Anel enquanto comemorava tê-lo de volta.

Eu ia dar a vitória pro Octopus, que é um vilão clássico do principal herói da Marvel. Mas não tem jeito, ri tanto com o Dr. Silvana (e gosto tanto de Serão Extra) que não tenho como negar que o cara tem carisma. E por isso ele leva essa.

Marvel 4 x 4 DC

9º Round (É dos carecas que elas gostam mais): Caveira Vermelha x Lex Luthor

O Caveira Verrmelha é meio bundão. Nem conheço bem, mas pra ser o inimigo de um herói bundão como o Capitão América e nunca ter vencido o cara, deve ser bundão. Mas a história dele rivaliza com a biografia familiar do Slobodan Milosevic. Johann Schmidt era filho de um camponês analfabeto e bêbado, e sua mãe morreu ao dar a luz, seu pai tentou afogá-lo e em seguida se matou.

Schmidt fugiu aos 7 anos do orfanato, cresceu nas ruas e foi preso várias vezes por pequenos crimes. Até que conhece Hitler, que o treina pessoalmente, oferecendo ao final do processo uma mascara vermelha no formato de um crânio e o nome que carrega, como símbolo da supremacia nazista. Sua reputação era tão grande que chegou a assustar seu próprio criador. Décadas depois de ser derrotado, despertou e se auto-proclamou herdeiro da vilania de Hitler.

Lex Luthor é o nemesis do Super-Homem e um dos vilões mais conhecidos do mundo. Ultra-bilionário e com grandes conhecimentos de ciência, ele já teve várias abordagens. Mas em todas se tornou um ambicioso fdp que quer dominar o mundo e destruir o cara que sempre atrapalha seus planos: o Super-Homem. Em um desses seus desdobramentos, ganhou até uma estilosa armadura mangueirense (verde e rosa – ok ok, eu sei que não é rosa, é roxa). E também se tornou presidente dos EUA (e não duvido que tenha sido menos ruim que o Bush).

E tudo isso sem nenhum super-poder (se bem que ser rico é ter muito poder) nem treinamento do Führer. Não dá pro Luthor perder. Muito menos prum vilão de meia-tigela (engraçado como essa expressão caiu em desuso, não?).

Marvel 4 x 5 DC

10º Round (São do baralho!): Rei do Crime x Coringa

O rei é a segunda carta mais valiosa do baralho. Mas no mundo do crime, ninguém tem mais moral que o Rei do Crime. O cara é um chefão mafioso com braços em todo o mundo. Um grande (literalmente) empresário inescrupuloso americano, inimigo da maioria dos principais heróis da Marvel (mas principalmente do Demolidor). E o cara manda bem na porrada! Mas mesmo assim, geralmente age nas sombras e contrata os assassinos e criminosos pra fazer o trabalho sujo.

Já o Coringa… a carta, é aquela que pode valer qualquer uma. Não tem valor certo. Está ali pra subverter as regras. Igual ao personagem… aliás, preciso mesmo falar do vilão do ano? Um psicopata alucinado insano vestido de palhaço, com maquiagem branca, cabelo verde e terno roxo. E que esse ano, nas mãos de Heath Ledger, virou uma força descomunal de caos e desordem. O nemesis do Batman. A falta de regras, o humorista do crime, um vilão foda. Um cara que ri no seu auge e na sua decadência, o que deprime o já atormentado homem morcego. Ele é a essência de tudo que há ruim em nós mesmos.

E por isso, acaba sendo um vilão muito mais “venenoso” que o Rei do Crime. O Rei do Crime coordena a corrupção da sociedade, mas o Coringa é justamente aquele que instiga todo mundo a se corromper. Ele olharia pro Rei do Crime, esculacharia com os planos dele, sorriria e diria: Why so serious?

Marvel 4 x 6 DC

Vitória da DC!

Dobradinha nos dois confrontos… e pela pontuação, nem se o Magneto tivesse participado teria feito diferença.

E vocês, o que acharam? Dariam o mesmo resultado? Acharam que alguém ficou de fora?

Aproveitem pra sugerir novos confrontos.

Até semana que vem!

Anúncios

9 respostas para Confronto da Semana: Marvel x DC (Vilões)

  1. Artur (Curunír) disse:

    Como o Galactus perdeu? O cara devora planetas, pô! Além disso, é um último chefe de Marvel Super Heroes, clássico dos clássicos de arcade. Com a vitória dele e do Magneto a Marvel ganhava. =P

  2. João Pedro disse:

    Com a vitória dele e do Octopus, na minha opinião.

    Bah, o Silvana é engraçadão. Mas é uma batalha de vilões ou de sitcom?

    Marvel wins!

  3. Bobby disse:

    Perae… o chefão final do Marvel Super Heroes é o Thanos!

    No mais, acho que o Octopus poderia ter ganho, que este artigo teve tantos trocadilhos que eu tive um espasmo cerebral e que o duelo seria maneiro mesmo se fosse Mr. Luthor vs Mr. Joker. ^^

  4. Rafael disse:

    Socorro, esse post tem mais smiles de “anh anh?!” do que chineses na china.

    E foi o confronto onde você apelou mais na hora de escolher os vencedores…mas acho que essa que é a graça deles, hahaha.

    Agora, a gente descobre cada coisa….”poder do azar”??? WTF???

  5. Henry disse:

    O Galactus devora planetas, mas o Darkseid é praticamente um deus.
    E o Silvana não é só praticamente um reserva dos 3 patetas, é tb uma das mentes mais fodas da DC. Muita mais inteligente e carismático que o Tijela na Cabeça.

  6. Bruce disse:

    O Galactus é infinitamente mais poderoso que o Darkseid, mas concordo que o Darkseid é um vilão mto mais cool.

    Na minha contagem daria empate, é inaceitável o Octopus perder pro Silvana.

  7. Bruno Tavares disse:

    Sério…acho q tinha que ter um confronto “Todos x Goku” …ninguem ganha dele…nem o Chuck Norris!

  8. Artur (Curunír) disse:

    Putz! Confundi o Galactus com o Thanos. Deixa a DC ganhar, então.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: