Confronto da Semana: Disney x Looney Tunes

When you wish upon a star…
Um confronto vai rolar
E esses desenhos todos
Vão se digladiar

De um lado o Pernalonga
E do outro, sem delonga
Mickey vem pra lhe enfrentar
E o sangue vai…. jorrar.

Pluto é um filho da Pluta
Foi dito antes da luta
E alguém mandou o Piu-Piu
Pra puta que pariu.

.

Ao som de Nat King Cole e When You Wish Upon a Star, seu clássico que se tornou o grande hino dos sonhos infantis, começamos mais um Confronto do Vida Ordinária. E agora um que mexe com o passado e com o presente de nós todos.

Todo mundo cresceu com esses desenhos e se lembra de dezenas de momentos com eles. A nostalgia, a magia infantil. Tudo está de volta, mas agora em clima de porrada.

Os dois maiores universos de desenhos animados se enfrentam, em um confronto que promete ser… bem, animado.

Disney x Looney Tunes

Os 10 rounds serão:

1º Round (Latinos): Zé Carioca x Ligeirinho

2º Round (Insistentes e fãs de gadgets): Professor Pardal x Coiote

3º Round (Porcos): Leitão x Gaguinho

4º Round (Como cães e gatos): Pateta x Frajola

5º Round (Felpudos e marrons): Tico e Teco x Taz

6º Round (Terceira Idade): Tio Patinhas x Vovó

7º Round (Bichinhos de estimação): Pluto x Piu-Piu

8º Round (Grandes vilões): João Bafo-de-Onça e Mancha Negra x Hortelino Troca-Letras e Eufrazino Puxa-Briga

9º Round (Pagando o pato…): Pato Donald x Patolino

10º Round (Os ícones): Mickey Mouse x Pernalonga

Uma novidade é que o vencedor desse confronto está automaticamente classificado para uma nova disputa que vai acontecer em breve aqui. Mas vou deixar quieto por enquanto. Vamos pra luta:

1º Round (Latinos): Zé Carioca x Ligeirinho

Logo no primeiro round, começamos em um contexto político. Durante os esforços para angariar aliados na Segunda Guerra, os EUA fizeram uma política de boa vizinha que incluía uma turnê dos Estúdios Disney à América Latina: inclusive o Brasil. E aí, titio Walt Disney, em seu quarto no Copacabana Palace, apaixonado pelo Rio de Janeiro, resolveu criar um personagem brasileiro. Daí surgiu o Zé Carioca, um papagaio que apresenta ao Pato Donald as maravilhas do brasil, segundo Walt Disney: o samba e a cachaça.

Num segundo filme, Zé Carioca levou o célebre pato rouco à Bahia. Vale mencionar que, além do Zé Carioca, outros personagens foram criados para outros países, como o galo pistoleiro Panchito, do México, e o Gauchinho Voador, da Argentina (não achei imagens desse). Passando o tempo, obviamente o Zé Carioca incorporou o futebol ao seu universo, nos quadrinhos.

Já o Ligeirinho a gente conhece bem. Até melhor que o Zé. Afinal, eles convivia conosco todas as manhãs nos desenhos do SBT. Ele era um ratinho velocíssimo que infernizava nosso bom e velho Frajola em uma fábrica de queijos no México. O desenho acabava sendo uma espécie de Tom & Jerry com anfetaminas do Looney Tunes.

E como eu nunca gostei de Tom & Jerry, não ia ser o fato do Ligeirinho ser rápido e hispânico que ia ganhar minha simpatia.

Por isso, a vitória desse round vai pro Zé Carioca, o personagem que em pleno desenho infantil embebedou o Pato Donald com cachaça.

Disney 1 x 0 Looney Tunes

2º Round (Insistentes e fãs de gadgets): Professor Pardal x Coiote

O Professor Pardal é o inventor mais renomado de Patópolis. Uma espécie de Franjinha mais velho, afinal seus experimentos também dão errado muitas vezes. Seu principal assistente é o Lampadinha, um robôzinho que ele mesmo criou.

Já o Coiote, não é exatamente um inventor de gadgets, mas sim um consumidor. Ele hoje em dia seria visto pelo marketing como um Alpha. Bastava as Companhias ACME inventarem alguma coisa (principalmente de caráter destrutivo) e lá estava ele pronto para comprar e usar contra seu odiado Papa-Léguas. Pena que sempre seus planos davam errado e ele explodia, ou abria um guarda-chuva antes de algo pesado cair nele, se esborrachava contra um túnel falso ou ainda parava no ar em pleno precipício antes de começar a queda livre até se espatifar.

O professor Pardal pode ser gente boa, amigaço dos Escoteiros Mirins, mas ele sabe quando parar. E por isso não tem o carisma e a insistência do Coiote. Disney seria Disney sem o Professor, mas a Warner perderia muito sem o Coiote.

Disney 1 x 1 Looney Tunes

3º Round (Porcos): Leitão x Gaguinho

Leitão é o único representando da turma do Ursinho Puff (que a mídia brasileira resolveu de uns tempos pra cá chamar pelo nome original, Pooh) a participar desse confronto. Nada contra os outros, foi questão de emparelhamento mesmo. O melhor amigo do Puff é esse leitãozinho medroso pra cacete e de sexualidade duvidosa. Na verdade não se tem muito a dizer sobre o Leitão, já que os desenhos do Ursinho Puff são um porre. Mas teve uma coisa legal que achei sobre ele: em alguns filmes, ele foi traduzido como Bacorinho em vez de Leitão. Muito foda. “Mamãe, me dá um boneco do Bacorinho?”. Seria engraçado.

Já o Gaguinho faz parte do trio de protagonistas do Universo Looney Tunes, ao lado do Patolino e do Pernalonga. Um tripé de humor. Tanto que o porquinho surgiu como um coadjuvante num filme animado de década de 30 e foi elevado justamente por ter feito mais sucesso que os outros personagens dessa animação. Sua maior característica são as gaguejadas onde ele parece que vai dizer uma coisa e diz outra. Piadinha que teve seu momento máximo quando ele se machuca e manda um “Oh, son of a bi-bi-, son of a bi-bi-, son of a bi-bi-bi-… gun!” e se vira pra câmera e diz “Ha-ha-ha! You thought I was going to say ‘s-s-son of a bitch’, didn’t ya?!”.

Genial.

Nem o visual almofadinha é capaz de tirar a força do Gaguinho nesse embate. Muito antes daquele humorista ceguinho do Brasil tirar onda com a própria deficiência, Gaguinho já se auto-zoava.

Disney 1 x 2 Looney Tunes

4º Round (Como cães e gatos): Pateta x Frajola

Toda criança teve ou pelo menos já assistiu algumas centenas de vezes as Olimpíadas do Pateta. O Pateta é foda. Um cachorro (segundo algumas fontes em que não confio nada, um pitbull) atrapalhado e com uma risada única, Pateta é um dos personagens mais carismáticos do rol de clássicos Disney. Nos anos 40, iniciou uma série de desenhos “Como fazer”, onde geralmente ele ensinava diversas coisas (esquiar, pescar, etc) de forma errada e acabava se dando mal. Um pioneiro em esquetes de humor. Isso sem falar em quando virava o Superpateta, com seu uniforme que era um pijama.

Saindo do cachorro e indo para o gato que mais sofre no mundo dos desenhos. O Frajola apanhava quando tentava pegar o Ligeirinho e apanhava ainda mais nas suas incessantes tentativas de devorar o Piu-Piu (sem conotações homossexuais aqui). Ele é tipo um Tom, só que com dois Jerrys. Isso sem falar no buldogue Hector. E aí se fode o tempo todo.

E como eu disse anteriormente, tenho implicância com esses desenhos de gato e rato (ou passarinho), mas isso não me impede de achar o gato ferrado preto e branco muito foda. No entanto, ele não tem como competir com o Pateta, sua risada, suas Olimpíadas e seus “como fazer”. Nesse caso, não é quem ri por último que ri melhor, e sim quem ri mais engraácado que ri por último.

Disney 2 x 2 Looney Tunes

5º Round (Felpudos e marrons): Tico e Teco x Taz

Tico e Teco já foram detetives naquele desenho tosco dos anos 90 (E o Tico e Teco vêm, fazer o bem…) e hoje em dia são comumente relacionados aos dois únicos neurônios femininos. Enfim, o Tico é um chato, e o Teco, é meio retardado. Nas primeiras aparições de ambos, eles ficam pentelhando o Pluto. Depois, a vítima foi o Pato Donald. Mas a simpatia que eles criaram foi tamanha que acabaram ganhando um destaque maior como personagens “do bem”. Daí virarem os detetives que eu já citei.

O Taz também surgiu como um personagem que chegava pra encher o saco de outro. No caso do diabo da Tasmânia, a vítima era o Pernalonga (justo ele, que fez a carreira pentelhando os outros). Foram apenas 5 episódios, mas o suficiente para aquele ser louco rodopiante ganhasse fama e popularidade. Nos anos 90, acabou parando no primeiro escalão de personagens de Looney Tunes e até ganhou um desenho próprio para sua família. Mas ainda hoje, o que atrai tanta gente para a imagem do Taz é ele ser uma força louca e descontrolada de caos. Ele é legal porque ele é o que a gente queria ser de vez em quando, numa surtada qualquer.

E por isso que ele é mais interessante e cool que os dois esquilinhos.

Disney 2 x 3 Looney Tunes

6º Round (Terceira Idade): Tio Patinhas x Vovó

Pra muita gente, o Tio Patinhas pode parecer um velho rico sovina. Mas isso é um absurdo. Ele é o cara que veio do nada e soube crescer. E que guarda sua moeda número 1 justamente para se lembrar de onde veio e como começou. É um empreendedor. Alguém que deu certo.

E ele, que surgiu como o tio milionário do Donald, e do Huguinho, Zezinho e Luizinho, acabou crescendo na contelação Disney, tendo seu ápice no clááááááássico infantil Ducktales, um dos melhores desenhos de todos os tempos, onde o velho escocês e seus sobrinhos-netos vivem várias aventuras ao redor do mundo (desenho que contava ainda com um dos melhores personagens da Disney: o Capitão Boeing).

A Vovó é a dona do Frajola e do Piu-Piu. E diga-se de passagem, deve ser uma dona bem relapsa. Afinal, porque raios o Frajola está sempre com fome, louco pra devorar o Piu-Piu? E se ele está bem alimentado, cadê essa velha pra dar uns murros nesse gato guloso? Vá lá que de vez em quando ela manda umas guarda-chuvadas nele, mas considerando o tanto que ele persegue o Piu-Piu, é pouco. Na verdade, ela é uma mera coadjuvante que aparece bastante. Mas que, no fim das contas, tem menos importância que o cachorro Hector.

E por isso não poderia nunca vencer o pato mais rico de Patópolis, e protagonista do melhor desenho que a Disney já produziu.

Disney 3 x 3 Looney Tunes

7º Round (Bichinhos de estimação): Pluto x Piu-Piu

Por que o Pateta tem características humanas e o Pluto não se ambos são cachorros de um mesmo universo animado? Taí uma pergunta que nunca vai ser satisfatoriamente respondida. O mascote do Mickey é um típico cachorro, com todas as desventuras características. Gasta suas horas brincando e pulando no seu dono, travando batalhas contra esquilos e outros animais metidos. Ah sim, eventualmente também ajudou seu dono a escapar de perigos. Sempre bem simpático fazendo isso.

Piu-Piu acaba sendo bem mais emblemático. As menininhas adoravam ter quadros dele, ou adesivos nos cadernos. Um troço bem gay. Enfim, o passarinho da Vovó tem algumas vantagens sobre o Jerry ou o Ligeirinho. Enquanto os outros dois sáo filhos da puta e pronto, o Piu-Piu tem uma ingenuidade que pode ser vista na verdade como uma alta dose de ironia. Tanto que seus meigos e doces “acho que vim um gatinho” geralmente precedem alguma atitude cruel com o pobre gato Frajola.

Ele é legal. Mas não o bastante pra superar o melhor amigo do homem. Ou, nesse caso, o melhor amigo do rato.

Disney 4 x 3 Looney Tunes

8º Round (Grandes vilões): João Bafo-de-Onça e Mancha Negra x Hortelino Troca-Letras e Eufrazino Puxa-Briga

Como em todo universo, Disney e Looney Tunes também possuem seus vilões. Para cada um deles, peguei os dois arqui-rivais dos principais. E por causa dessa escolha, os vilões do Mickey vieram pra esse round, em vez dos Irmãos Metralha, por exemplo. João Bafo-de-Onça era um gato (gatuno, ahn ahn)  brutamontes que roubava bancos e geralmente tinha seus planos frustrados pelo Mickey. Mesmo delito que o Mancha Negra costumava praticar. A diferença é que o vilão trajado todo de negro costumava deixar manchas de tinta negra no local dos seus crimes. É também o galã da Madame Min, a bruxa rechonchuda.

No caso dos Looney Tunes, seus vilões têm participação bem mais ativa e recorrente nos desenhos. E pra começar, nada melhor que falar do grande inimigo do Pernalonga e do Patolino: Hortelino Troca-Letras. O careca que fala errado sempre se frustra nas tentativas de pegar aquele maldito toelho que fica roubando suas cenouras. O outro vilão dos Looney Tunes é o pistoleiro Eufrazino Puxa-Briga, o caipira com barba e bigodão ruivos. Hortelino sempre foi mais estratégico, elaborando planos pra pegar o coelho, mas sempre repetia os mesmos erros (como enfiar a espingarda num buraco enquanto o Pernalonga puxava o cano contra ele mesmo), enquanto Eufrazino era mais agressivo e impulsivo. E também não dava em nada.

A questão é que eles sempre foram muito mais presentes na nossa vivência (e nas nossas risadas) do que os inimigos do Mickey. E por isso são muito melhores.

Disney 4 x 4 Looney Tunes

9º Round (Pagando o pato…): Pato Donald x Patolino

Antes de começar esse round, eu devo lembrar que o Pato Donald e o Patolino JÁ se encontraram e duelaram. E nos cinemas! Foi em Uma Cilada para Roger Rabbit, onde os dois patos fazem um duelo de piano antológico. Veja a cena abaixo, na íntegra:

Então… O Pato Donald é um personagem legal e protagonista de vários dos desenhos mais clássicos da Disney. Mas o que ele protagoniza mesmo é um dos grandes mistérios da humanidade (ou seria da patolidade?): se ele não usa calças naquele seu uniforme de marinheiro, porque enrola uma toalha na parte de baixo quando sai do banho? Aliás, alguém já viu o Donald em alto mar? Por que ele fica vestido de marinheiro? Fetiche?

Do outro lado, outro Pato com fala típica. enquanto o Donald tem a voz bem rouca, o Patolino fala cuspindo. E o Pato da Looney Tunes é talvez o mais engraçado dos personagens da trupe, sempre se dando mal e levando tiros do Eufrazino ou sendo desintegrado pelo Marvin. Isso sem falar no seu ego e na sua eterna rivalidade com o Pernalonga (como ele sempre diz ao coelho… “Você é desprezível”). Impossível não lembra dele com o bico pro lado invertido depois de tomar chumbo. E ainda gerou o personagem mais engraçado dos Tiny Toons (série animada espetacular que algum dia ainda merece aparecer aqui no VO), o Plucky (“Água desce pelo buraco… Água desce pelo buraco”).

A disputa é árdua, tanto Donald como Patolino são fodas. Mas o pato preto com linha branca no pescoço é mais engraçado.

Disney 4 x 5 Looney Tunes

10º Round (Os ícones): Mickey Mouse x Pernalonga

Não dá pra ignorar o ícone pop cultural que o Mickey Mouse representa. Só aquela bola preta com duas orelhas redondas já transmitem anos e anos de desenhos, parques e coisas de um universo mágico para as crianças. E por falar em mágico, como esquecer da clássica sequência de Fantasia onde ele é um aprendiz de feiticeiro. Obra-prima. Mas se a gente parar pra pensar nele como personagem, não conseguimos achar a mesma graça e carisma de outros personagens da Disney, como o Pateta, o Pluto e o Pato Donald.

E ele nunca teve um bordão tão memorável como o “Que que há, velhinho?”, que o Pernalonga mandava para seus inúmeros perseguidores. Hortelino, seu caçador mais implacável, Eufrazino, o próprio amigo-rival Patolino. Para todos esses, o coelho cinza tinha uma forma de sacanear hilariamente. E o Pernalonga também é um grande ícone pop (embora inegavelmente sem o peso do Mickey).

Em mais um round difícil de decidir, vou optar pelo mais completo. Um é mais icônico, mas o outro também é um bocado, e é bem mais engraçado e carismático. Mickey leva uma rasteira do Pernalonga e ainda vai ter que ouvir um “Que que há, velhinho?”.

Disney 4 x 6 Looney Tunes

Vitória dos Looney Tunes!

Uma vitória justíssima, que não desmerece em nada a Disney, que também é foda, mas que entre os desenhos diários e curtas, leva um baile. Mas eles também têm os parques temáticas, os filmes clássicos e muitas outras coisas que os tornam um universo bem mais amplo, completo e mágico.

Mas entre a galera do dia-a-dia, ninguém segura a turma da Warner. Até porque faltou colocar em rounds personagens como Papa-Léguas, Pepe le Gambá, Frangolino, Marvin, entre outros…

.

E como eu disse, com isso, os Looney Tunes estão classificados para mais um confronto, que vai acontecer em breve.

Enquanto isso, digamo que acharam, quais rounds mudariam e sugiram novos confrontos. E até semana que vem!

.

Pra fechar, nada melhor que usar as palavras do Gaguinho…

Th-Th-Th-Th-Th-Th-Th-Th-Th-That’s All Folks!

Anúncios

21 Responses to Confronto da Semana: Disney x Looney Tunes

  1. Diego (Dirhil) disse:

    Achei que daria empate…

  2. Nats disse:

    PUTZ!
    PATO DONALD É MUITO MELHOR QUE O PATOLINO!

  3. Bruno Tavares disse:

    pato donald eh mt melhor!! e o mickey tb…odeio o Pernalonga!

  4. Ah, mas vocês dois são disneymaníacos. O Peronalonga é 80 vezes mais engraçado que o Mickey.

  5. concha disse:

    como assim o hortelino é melhor que o leitão?

    o leitão é lindo, fofo e atrapalhado.
    o hortelino é um gago chato!

  6. Você acabou de confundir o Gaguinho com o Hortelino, o que por sua vez tira todo seu crédito em contestar.

  7. concha disse:

    e que porra de música é essa?

  8. concha disse:

    ah, tanto faz!

    o leitão ganha dos dois!

  9. Se você não conhece When You Wish Upon a Star, vc não é fã de Disney

  10. ivan disse:

    Três comentários:

    1) A essência do coiote é perder (beep beep), ele num pode ganhar nunca, ainda mais num confronto.

    2) Essa musica do começo ficou pior que as do post do fat family xandão, pqp.

    3) Sensacional o super trunfo da concha do leitão hahahahaha ri sozinho.

    Resumindo, STJD NESSE CONFRONTO AI!!

  11. Rafael disse:

    Até onde me consta, quem dava os tiros no Patolino era o Hortelino, e não o Eufrazino, não?

    Aliás, diga-se de passagem, eu olho pro Eufrazino e penso que ele é a representação perfeita das criaturas que votam no Bush e votarão no Mccain, hahaha

    Ah, eu também sou bem mais o Pernalonga que o Mickey (ainda que como você reconheça o “poder simbólico” que o Mickey tem na nossa sociedade). 80% dos desenhos que me fizeram mais rir na infância eram dele. Os outros 20% eram do Donald =P (mas nem fiquei chateado que ele tenha perdido pro Patolino, o Patolino estava em boa parte desses desenhos do Pernalonga que constam nos 80% mesmo, hehe)

  12. Talita disse:

    Sei lá. Comentei pq eu me senti excluída de não comentar.

  13. Zé Carioca foi o único que conseguiu introduzir sensualidade aos desenhos Disney fazendo o Donald ficar doidão pela carmem miranda, fazendo o clichê do marinheiro ir ao ápice! Só aí já ganharia fácil do ligeirinho mesmo…!

    Eu daria o 2o roundo pro Professor Pardal, que é um personagem muito mais ocmplexo e interessante…o coyote repete as piadas sem parar! É como se todo desenho fosse igual…

    O Leitão só venceria mesmo se você fosse uma garotinha. Gaguinho é foda. O Pateta então nem se fala. Você esqueceu de mencionar o clássico Senhor Volante, a outra faceta do Pateta quando vai dirigir!http://www.youtube.com/watch?v=RMZ3bsrtJZ0

    O Demônio da Tasmânia foi um ícone Punk pra mim! Ele que introduziu a rodinha para milhões de crianças no mundo todo! Esse sim era um personagem de atitude! O Taz mesmo é um pai de família ( que tinha de engraçado que em geral todos falavam menos ele e o final da apresentação era mó engraçada com ele balbuciando coisas sem nexo e terminando com um pblbprbrplblplrlllllrrrrrrr!). Tico e Teco eram insuportáveis com aquelas vozinhas agudinhas…Piu-Piu idem, ô bicha chata pra caralho!

    Putz, o desenho do Tio Patinhas era fodaaaassso! Nunca entendi porque parou de passar… Ver Ducktales durante o Bozo era obrigatório pra toda criança da nossa geração… e a vovó… bem, é só uma vovó mesmo. Se fosse a minha vovó eu ainda dava algum crédito, mas como não é…passa batido uheuhehuehueueu

    Nos vilões eu daria empate… e teria posto todos os vilões de cada “corporação malvada” pra saírem no tapa! Aquele monstrão vermelho peludo que só tinha olhos braços e pernas ( ele andava calçado! Era demais! ) e a Maga Patalógica mereciam estar aí!

    Mickey não passa de um coelho Oswaldo redesenhado! O desenho original do Mickey não tinha nada a ver com o que acabou sendo! nem Mickey se chamava! O primeiro nome dele foi Mortimer! E ia ficar sendo Mortimer se a mulher de Walt não tivesse zuado ele dizendo que Mortimer era nome de viado! Mickey é outro chatíssimo!

    Já o Pernalonga é perfeitamente original e escrachado…muito mais interessante e divertido!Fato que ganharia esse round!

    Ah, parabéns atrasado meu chapa!

  14. Rafael disse:

    Verdade, esqueci de comentar do clássico “Pateta no trânsito”, tão foda que foi feito sei lá, em 1950, e é usado até hoje pelas auto-escolas nas aulas de direção teórica, hehe.

    Diga-se de passagem, a Mari vive dizendo que eu sou idêntico ao Pateta nesse desenho. XD

  15. pati disse:

    Pato Donald é muiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiito mais legal!

  16. Artur disse:

    O Pato Donald é o melhor personagem da Disney, não poderia perder nunca. Ranzinza, resmungão, estressadinho, escandaloso, e às vezes gentil e camarada. Aliás, pra mim o melhor desenho de todos os tempos é aquele do trio Mickey, Donald e Pateta no trailer que se desconecta do carro e vai descendo a ladeira desgovernado. Engraçado demais!

    Será que o próximo duelo é Looney Tunes X Turma da Mônica? Será? Será??

  17. concha disse:

    eu conheço a música.
    tava comentando da sua versão.

  18. Juliana Peralta disse:

    Então…adoro os dois. Deveria ter sido empate.

    Novamente, acho que você foi meio tendecioso nas escolhas do confronto. Porque, meu amigo, se você pegasse desenhos Disney como um todo – incluindo os clássicos como Pequena Sereia, Bela e a Fera, Branca de Neve, Fantasia…- aí não teria pra ninguém!!

  19. Considerando que a Warner não fazia longas metragens animados com a profusão da Disney, seria meio impossível criar comparações… Pequena Sereia contra…? Branca de Neve contra…?

    Em longas a Disney é claro que venceria, mas por um motivo óbvio: nunca houve sequer concorrentes.

  20. Juliana Peralta disse:

    OBS.: Acho ultrajante o Pato Donalds ter perdido

  21. Ninguém tá reconhecendo o valor e a importância do Patolino. Ele era brilhante.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: