E com vocês, Maria Gorda.

setembro 17, 2008

Para aqueles que acreditam e querem fazer um consumo responsável e sustentável, vos apresento Maria Gorda.

Idealizada por um publicitário, um engenheiro de produção e uma especialista em comércio exterior, a Maria Gorda foi criada por um desejo que os três tinham em comum: trabalhar em um projeto ambiental. Daí, nasceu a idéia de fabricar uma bolsa para substituir os sacos plásticos, abundantemente utilizados por todos os setores do comércio. Principalmente, pelos supermercados.

                       

Além de linda, a Maria Gorda é prática: feita 100% em algodão, ela pode ser dobrada quando vazia, podendo ser levada dentro de uma outra bolsa, no porta-luvas do carro ou, até mesmo, no bolso.

E se isso tudo já não fosse o suficiente para a “gordinha” ser um projeto incrível, elas ainda são manufaturadas e sua produção é feita por grupos e cooperativas de costureiras de comunidades carentes do estado do Rio de Janeiro. De fato, sustentabilidade aqui é a palavra de ordem.

Para quem quiser conhecer mais o projeto e começar a fazer da Maria Gorda uma companheira diária, clique aqui ou mandem e-mail para querocomprar@mariagorda.com.br.  Eu recomendo!

 

Anúncios

Chinglish

julho 30, 2008

Nessas Olimpíadas quem estiver na China terá mais do que Jogos e medalhar para ficarmos atentos. Acredito que uma grande atração serão as placas e avisos que estarão espalhados por lá.

Afinal, com esse capricho e cuidado na hora de traduzir sua lingua para o Inglês, nada mais justo, certo?

Para se divertir um pouco mais, procure por “Chinglish” no Flirk.

Sensacional!


Mais Sexy de Todos os Tempos

julho 10, 2008

Com certeza Freud deve explicar: nos últimos dias, não tenho conseguido parar de escutar um clássico dos anos 80 (e típico exemplo de “one hit wonder): Wicked Game, do Chris Isaack.

E mais do que ouvir, tenho visto todo santo dia dessa semana o clipe dessa música. Que é, sem sombra de dúvidas, o clipe mais sexy de todos os tempos.  Imagens em PB, Linda modelo, Lindo cantor – logo, um lindo casal – em uma praia paradisiaca e em cenas bem quentes.

Não é a toa que Wicked Game se tornou não somente uma música caracteristica de uma década, mas também, virou símbolo de música para fu***! E pra fu*** gostoooooooso! HAHAHHHAA!

Sério, alguém consegue assistir esse clipe sem sentir um pingo de vontade de “ser feliz”?


Top 5: Um homem, uma mulher

julho 2, 2008

Esse post já está rascunhado tem mais de uma semana, mas, por total falta de tempo, ficou aqui guardado para um momento de ligeira calmaria.

Para esse Top 5, escolhi um tema que muito me agrada e quase me “comove”: cenas classicas de filmes entre um homem e uma mulher. Antes de começar, faço um pedido: não me julguem. Sou menina – na maioria das vezes-, logo, esse Top 5 segue a minha visão do que é “romântico” / sensual. Mais uma ressalva: para mim, foi absolutamente complicado conseguir ranquear essas cenas.

Vamos lá:

#5 – Dirty Dancing – Cena Final:

Um clássico dos anos 80, Darty Dancing tem a fórmula perfeita para agradar a mulherada: filme leve, com um amor impossível e Patrick Swayze em sua melhor forma. E, o grande momento desse filme, que rende à cena o 5º lugar é o momento em que Jhony se rebela contra tudo e todos e decide declarar a quem quiser ver e ouvir o seu amor à Baby, em forma de dança, é claro. óbivio que não podemos esquecer da CLÁSSICA frase dita por ele, momentos antes da dança final, para o pai de sua amada: “Nobody puts Baby in a corner”.

#4 – Jerry Maguire – “You Complete me”:

O filme por si só já é sensacional. Excelentes personagens, excelentes diálogos e a dose de drama certa para cada personagem (fora que o Tom Cruisa está qualquer coisa de sensacional no papel de um homem que vai o desastre ao triunfo, tanto na vida profissional, quanto na pessoal).

Não obstante a isso, ainte temos uma fantástica cena que faz qualquer “mulherzinha” ficar, no mínimo, com os olhos marejados: Jerry se da conta que ama sua esposa e sai correndo em busca dela. Quando chega até ela, se depara com uma sala repleta de mulheres mal amadas, debatendo sobre o mal necessário que são os homens e o amo. Mas não, isso não impede Jerry de fazer uma das declarações de amor mais lindas de todos os tempos, fechando com uma frase que, para quem viu o filme e pegou as sutilezas, é muito significativa: “You complete me”! LINDO!

#3 – Ghost – Cena da Cerâmica:

E aqui está ele novamente: Patrick Swayze.  Essa cena dispensa muito comentário. Um casal lindo, ao som de uma música linda, fazendo uma das cenas que, para mim, encabeçam a lista das cenas mais sensuais de todos os tempos.

 

#2 – Perfume de Mulher – O tango:

Filme incrível, de uma sutileza e belezas únicas. Fora o Al Pacino que, por si só, já vale o filme inteiro. Mas, se isso tudo não fosse necessário, temos a cena do tango. Um tango lindamente dançado e, um tango que é conduzido por um cego. Cena sensual, linda, elegante e absolutamente sutil.

 

#1 – Don Juan de Marco – Cena do Restaurante:

Primeiro estamos falando de Jhonny Deep. Depois, estamos falando de Jhonny Deep interpretando o maior amante de todos os tempos, o maior conhecedor da alma feminina: Don Juan. Essa cena do restaurante é outra que dispensa muito comentário. Vejam e me digam se a parte em que ele pega a mão da mulher e começa o seu discurso não faz com que vocês, lentamente, comecem a sentir um certo arrepio (ok, comentário completamente voltado às meninas).

 

Criticas e/ou mais cenas clássicas, aguardo nos comentários.


Música Chiclete da Semana: Someday We’ll Know

julho 1, 2008

Essa música é relativamente antiga, de 1998, exatos 10 anos atrás.

Não sei porque, mas, um dia desses, na busca por mais músicas para colocar no meu ipod, acabei encontrado essa pérola do New Radicals, banda que se separou no auge do sucesso.

Essa música é, além de chiclete, perfeita para aqueles longos momentos de reflexão. Momentos esses que podem ser feitos por vontade própria ou por motivo de força maior – como ficar mais de uma hora dentro de um buzão pra chegar ao trabalho, coisa que é o meu caso-.

Alias, essa música tem tudo para ser um bom chiclete: tem levada, ritimo bom e até mesmo boa letra.

Enjoy!


A Maior Playlist dor de cotovelo do “Mundo”

junho 13, 2008

Ainda em homenagem ao dia dos namorados (a semana ainda não acabou, logo, esse tema ainda vale), vamos nos engajar em criar a maior lista colaborativa  de músicas dor de cotovelo do mundo.

O projeto é do blog Esparreira Digital e seu dono, Sergio Keller, coloca as regras que eu replico abaixo:

As regras são: 
  1. Tem que ter levada triste.
  2. As letras devem contemplar abandono, dor, perda, remorso, mágoa, saudade, melancolia, solidão, desespero ou qualquer outro sentimento nocivo que permeie o mesmo campo semântico. Letras sobre suicídio causado por amor serão privilegiadas e postas no topo da lista (portanto, avisem quando couber nesse requisito)
  3. Pagode e música baiana não são permitidas. Sertanejos serão avaliadas caso a caso por mim. (Lembrem-se que isso é uma lista colaborativa e não um processo democrático)
  4. As músicas devem ser entregues no seguinte formato: Nome da Banda – Nome da Música
  5. Ministério da saúde adverte: essa atividade não é recomendada para os fracos de coração. Pode causar morte horrível.

Eu já coloquei algumas das baladas clássicas de dor de cotova que me vieram à cabeça, mas sei que muitas outras ainda virão. Então, sejamos colaborativos e coloquemos para fora todo o romantismo/masoquismo que existe em vocêS e vamos juntos rumo à maior playlist dor de cotovelo do mundo.

Para colocar as suas preferidas, clique aqui.


Bebendo os 7 Pecados

junho 10, 2008

Conhecido lá fora por seus trabalhos ousados e inovadores, o designer inglês Kacper Hamilton fez uma linha de taças de vinho baseada nos sete pecados capitais.

Cada taça da coleção representa um dos pecados.

E, ainda em homenagem à semana do dia dos namorados, segue a foto da taça da Luxúria (que, diaga-se de passagem, é o meu pecado favorito!)

Para ver as outras taças e seus respectivos pecados, clique aqui.

E aí, qual pecado você beberia?